Receba atualizações no seu Facebook. Basta curtir a nossa página abaixo:

 

Uma ilha surgiu do nada perto do Paquistão após um terremoto

O devastador terremoto de magnitude 7.8 que atingiu o Paquistão nesta semana matou centenas de pessoas - números atuais falam em 515 mortos. Enquanto o país se recupera, o mundo se fascinou com um efeito colateral do desastre: o terremoto foi tão poderoso que criou uma nova ilha.

O satélite Earth Observing-1 da NASA capturou o nascimento da ilha na costa de Gwadar, no Paquistão, após o terremoto. Este pedaço de terra é rochoso e emite um gás inflamável, e cientistas estão o chamando de “vulcão de lama”.

original

Ele não deve durar muito tempo, então é melhor você não planejar uma viagem para conhecê-lo. A denominação “vulcão de lama” foi dada devido a algumas características da ilha: uma terra espessa misturada com pedras e sujeira foram lançadas à superfície por pressão sísmica próxima à costa. A ilha tem cerca de 75 metros de largura e 18 metros de altura. Segundo o jornalista local Bahram Baloch, “peixes mortos foram encontrados na superfície. E em um dos lados ouvimos o som de vazamento de gás.”

ku-xlarge (3)

Um fenômeno parecido com esse já ocorreu no passado no mesmo Paquistão, mas a ilha formada não durou muito tempo. Após um terremoto na década de 1940, uma ilha foi encontrada na costa de Karachi, de acordo com o sismologista John Armbruster. Como era em sua maior parte sedimento, ela começou a erodir nas ondas do oceano e em alguns dias simplesmente desapareceu. O mesmo aconteceu em 1968.

Nós podemos testemunhar mudanças drásticas no planeta em tempo real – furacões redesenhando as costas, vulcões explodindo – mas não é comum observarmos um novo pedaço de terra simplesmente aparecer no meio da água. No entanto, desastres naturais podem mudar radicalmente nossos ecossistemas, remodelar as fronteiras geopolíticas e criar novas formas de terra, como neste caso.

ku-xlarge (2)

A ilha deve desaparecer em breve, mas não há dúvidas de que grandes terremotos podem muito bem mudar a forma do nosso planeta: os fenômenos recentes no Japão, Chile e Indonésia mudaram radicalmente as placas tectônicas da Terra e a rotação do planeta inteiro foi afetada, diminuindo nossas 24 horas diárias em alguns milissegundos. Algumas vezes podemos observar essas mudanças acontecendo. O terremoto de 2010 no Chile foi tão poderoso que causou mudanças dramáticas no Oceano Pacífico, levantando a superfície do mar em cerca de dois metros. Isso chegou a afetar o ecossistema de algumas criaturas, de leões marinhos a algas.

ku-xlarge (4)

Em uma escala menor, um terremoto próximo ao Parque Nacional de Yellowstone em 1959 resultou em um deslizamento de terra que derramou uma imensa quantidade de terra no Rio Madison, criando uma represa natural. Em poucas semanas, o rio bloqueado preencheu um lago com 50 metros de profundidade. Quando você visitar o Quake Lake, como o lago é agora chamado, você pode ver os esqueletos de árvores mortas ainda salientes na água.

As mudanças nas fronteiras entre água e terra podem transformar a sorte de uma área em instantes: quando uma costa é alterada, o habitat de plantas e animais pode ser destruído, dando espaço para novas espécies de instalarem no local. Se a mudança atingir pessoas, os novos residentes agora terão acesso a recursos diferentes – como, por exemplo, menos terras agrícolas ou mais enseadas de pesca.

Mas a questão mais interessante para uma ilha instantânea é a sua implicação política: a quem ela pertence?

ku-xlarge (5)

Grandes rios têm a rota modificada durante uma inundação, naturalmente, criando ilhas que podem desaparecer na próxima vez que a água subir – ou então podem se manter por décadas. Um exemplo conhecido é a Bloody Island, uma pequena barra de areia no Rio Mississippi, que surgiu pela primeira vez em 1798. Devido ao seu status aparentemente temporário, nem o estado do Missouri nem Illinois alegaram que a ilha fazia parte do seu território, criando uma espécie de terra sem dono do ponto de vista legal. Isso fez com que a ilha se tornasse um local ideal para duelos locais – e daí veio o seu apelido. Ela não estava em nenhuma jurisdição – então literalmente estava fora da lei. (Mas em 1837 uma nova barragem fez  a ilha fazer parte oficialmente de Illinois, acabando com toda a diversão).

ku-xlarge (6)

Como a ilha formada no Paquistão está bem próxima à costa, é seguro afirmar que faz parte dos limites marítimos do país. Mas e se fosse descoberta fora desses limites e cheia de recursos? Quais são os protocolos ou precedentes para um caso assim?

Ferdinandea, por exemplo, uma montanha submarina na costa da Sicília, atingiu o status da ilha em 1831 após uma erupção vulcânica que empurrou sua elevação a 60 metros acima do nível do mar. Seu surgimento gerou uma disputa entre a Sicília, França, Espanha e Inglaterra, com todas reivindicando a ilha. Turistas viajaram para lá e um hotel foi planejado. Mas Ferdinandea erodiu abaixo do nível do mar, evitando um incidente internacional. Mas uma nova erupção similar poderia fazer essa ilha ressurgir na superfície – e gerar novas disputas sobre a sua soberania.

Isso se tornaria um problema maior conforme o aumento dos niveis do mar ameacem mudar as nossas costas e transformar a forma como medimos nossos limites geográficos. Muitas ilhas desapareceriam completamente, e novas também apareceriam com mais frequência – não por causa de terremotos ou vulcões, mas sim por causa da terra alta completamente coberta de água.

[Imagem de topo: AP/Governo local de Gwadar. Imagens: NASA Earth Observatory, Science/AAAS, USGSMissouri Digital HeritageCentro Meteo ItalianoFontes: BBC News,Live ScienceUSGSLive ScienceNew York Times]

Send to Kindle

ku-bigpic

26/08/2013 – 170 anos de furacões em uma imagem impressionante

<!–

Anterior

Imgur: como um site simples e funcional se transformou em uma enorme rede social

Prximo

–>

Publicado por: Gizmodo - Continue lendo: izmoizmododohttp://feeds.feedburner.com/gizmodobr

Tags: , ,

Avoid Fleas on a Treadmill of Death in ‘Mr.NooO!!’ from Ponos

799462_larger799462_largerWe’ve been longtime fans of Japanese developer Ponos for their excellent puzzle titles like Puzzle Prism [$2.99] and Puzzle Cosmos [$2.99], but also for their usually absurd “Mr.” series of games. Their latest release in the series, Mr.NooO!! [Free], does not disappoint in the absurdity department.

Like most of their previous efforts, Mr.NooO!! is dead simple to play. Your character is constantly running on a treadmill in the floor, and at the front of the treadmill is a shiny red button. You’ll have to run against the movement of the treadmill touching the left side of the screen in order to reach the button and hammer away at it to earn points. Touching the right side of the screen causes you to stand still as the treadmill moves you towards a set of spikes which are placed at the back of the treadmill.

This strange exercise routine is made all the more difficult due to the fact that tons of strange flea-like bugs are constantly bounding in your direction. You’ll have to play the back-and-forth on the treadmill game in order to avoid them while also making sure you reach the button enough times to score enough points to be able to move onto the next level. Like I said, it’s absurd.

mrnooomrnooo

mrnooo1mrnooo1

It’s also pretty darn fun, though. I feel like Ponos decides on the mechanics for their game early on, in this case object avoidance with the added complexity of a treadmill floor, and then just pulls a bunch of random elements out of a hat to theme those mechanics. Which, somehow, totally works. Or I’m wrong and this whole “flea infestation while running on a treadmill of death” thing is precisely planned. Maybe Ponos has a greater social commentary going on here, about how you have to constantly fight to be successful in life and if you stand still for too long you’re plunged into a set of deadly spikes. Also, fleas.

Or maybe not. I have no idea, but if you’ve enjoyed previous “Mr.” games then there’s really no reason not to check out Mr.NooO!! as it’s totally free to download and ad-supported. Unfortunately, there’s no way to disable ads at this time, but there’s also no other forms of IAP or any of that business, and the ads are largely unobtrusive. Our forum folks seem to be enjoying it so far as well.

Publicado por: TouchArcade - Continue lendo: http://toucharcade.com/feed/

Tags:

Você pode ter este incrível esconderijo de supervilão por apenas US$ 30 milhões

Esta mansão está sendo construída no sudoeste dos EUA, e ela se parece muito com algo que veríamos em uma história em quadrinhos. Seria por sua forma de arraia? Por estar localizada no topo da Montanha da Múmia (que existe mesmo)? Pela garagem de até dez carros? Que tal todas as alternativas!

De fato, esta maravilha arquitetônica de US$ 30 milhões, prevista para ser concluída em 2015, parece que foi projetada para supervilões.

A mansão de 1.500 m² possui seis quartos e oito banheiros, espaço o bastante para você colocar suas roupas de vilão, ou para descansar após destruir algo.

Na parte externa, há duas piscinas “infinitas”, que parecem não ter uma das bordas devido a uma ilusão de ótica (veja abaixo). Também há vários decks para admirar a vista de Paradise Valley, um subúrbio pomposo de Phoenix.

A mansão será literalmente esculpida no topo de uma montanha. O design exclusivo da casa, na verdade, resulta de uma combinação de regulamentações locais e limitações geográficas. “Não podíamos exceder a altura do topo da montanha no centro da casa”, explica o arquiteto Nick Tsontakis ao Dezeen. “E nós tivemos que desenhar uma linha de 20 graus do topo [da montanha] em todas as direções, que a casa não poderia penetrar.”

A construção ainda não começou, então ainda há tempo de colocar uma base secreta para aviões, certo? O supervilão dono desta casa certamente precisará de uma. [Dezeen]

mansao vilao (3)

mansao vilao (4)

mansao vilao (2)

mansao vilao (6)

mansao vilao (7)

mansao vilao (5)

mansao vilao (8)

Send to Kindle

k-bigpic

07/05/2013 – Esta torre para abelhas pode ajudar populações dizimadas de insetos a prosperar

ku-xlarge (5)

16/08/2013 – Uma máquina voadora fracassada de Alexander Graham Bell foi revivida na forma de uma estrutura flutuante

O imponente Taipei 101

10/06/2013 – No topo do Taipei 101, o terceiro prédio mais alto do mundo

sagradafamilia

26/09/2013 – Eis como a Sagrada Família ficará quando estiver pronta em 2026

<!–

Anterior

Chega ao fim o relacionamento entre HTC e Beats

Prximo

–>

Publicado por: Gizmodo - Continue lendo: izmoizmododohttp://feeds.feedburner.com/gizmodobr

Tags: , ,

Sonda Curiosity, da NASA, encontrou água no solo de Marte

Quando você pensava que a sonda Curiosity estava se escondendo do inverno, a pequena máquina de descobertas nos trouxe uma notícia incrível: ela encontrou água no solo marciano. Cientistas da NASA publicaram cinco artigos na Science detalhando os experimentos que levaram à descoberta. É isso mesmo. Há água em marte.

Por mais impressionante que seja, a notícia vem com algumas ressalvas. Não é que a Curiosity tropeçou em um lago perdido sob uma montanha, ou um rio percorrendo por toda uma paisagem. Em vez disso, ela encontrou moléculas de água presas a outros minerais no solo de Marte. Mas foram muitas delas. Os pesquisadores dizem que cerca de 2% do solo marciano é feito de água.

“Costumamos pensar em Marte como um lugar seco – encontrar água relativamente simples para ser vista no solo da superfície foi algo animador para mim”, explicou Laurie Leshin, reitora de ciência do Instituto Politécnico Rensselaer, ao The Guardian. Ela também detalhou como a descoberta foi feita. A Curiosity coletou e peneirou uma amostra do solo da superfície antes de colocá-la em um forno. “Nós aquecemos [o solo] a 835C e afastamos todos os voláteis para medi-lo”, ela disse. “Temos uma forma sensível para observar isso e podemos detectar águas e outras coisas que são liberadas.”

Claro, esse não é o primeiro sinal de água no planeta vermelho. Em junho, a Curiosity encontrou uma espécie de pedra com um tipo de argila que só poderia ser formada com água, o que fez cientistas acreditarem que Marte um dia foi lar de água corrente. E, claro, há muito eles suspeitam que a água existiu no planeta devido às diferentes formações da paisagem de Marte. De fato, muito acredita-se que a água existiu em abundância em Marte, talvez até da mesma forma que na Terra.

A descoberta é importante por diferentes razões, mas especialmente pelo que pode significar para as futuras missões em Marte. “Agora sabemos que pode existir água facilmente acessível e abundante em Marte”, explica Leshin. “Quando enviarmos pessoas, elas podem checar o solo em qualquer lugar na superfície, aquecer um pouco, e conseguir água”. Ela faz parecer que a vida em Marte seja fácil; agora só precisamos descobrir como fazer para superar aquela imensa quantidade de radiação mortal para começar a planejar nossa viagem para lá. [Science via The Guardian]

Send to Kindle

curiosity

22/05/2013 – Veja nove meses de exploração em Marte em apenas um minuto

curiosity marte eclipse

30/08/2013 – Robô Curiosity tirou as fotos mais nítidas de um eclipse solar em Marte

marteradiação

31/05/2013 – Radiação de Marte impede uma viagem tripulada ao planeta com a tecnologia atual

ku-xlarge (1)

09/05/2013 – É assim que a NASA imaginava humanos em Marte em 1990

<!–

Anterior

Evernote agora digitaliza Post-its no iOS 7

Prximo

Facebook finalmente vai deixar voc editar seus posts

–>

Publicado por: Gizmodo - Continue lendo: izmoizmododohttp://feeds.feedburner.com/gizmodobr

Tags: , ,

What Do You Think About Waiting in Line For Gadgets Like the iPhone 5s?

comment_box_33-1comment_box_33-1I still remember standing in line for the O.G. iPhone. It was at the Oakbrook Apple Store which is actually inside of an outdoor mall which was perfect for lining up. I got there way earlier than I needed to the night before, and security really didn’t know what to make of the gang of weirdos forming outside of the Apple Store. I’ve stood in line for every iOS release that didn’t have online preorders since, with the most memorable being waiting for the iPhone 4 at The Cube in New York City- …And that’s probably only because the line was nothing short of mind boggling.

I walked up from the nearby subway station, saw the line, and thought to myself, “Oh hey, that’s not bad,” thinking that the line forming near the cube went through the line management maze of metal gates, and then in to the store. I asked someone nearby if this was the end of the line, they nodded, and I was pretty happy with my positioning. Then when they started asking everyone to take their chairs up and compress the line I noticed we were moving away from the line maze. I was in a line that stretched all the way around one New York City block before finally entering the massive line management maze, and then descending down in to the cube.

iphone-5-500x474iphone-5-500x474It took forever, but it was an experience. It always is. Additionally, it always seems like you make those friends of necessity waiting in line for electronics, kind of like high school gym class buddies. You’ve got nothing in common other than the fact that you’re standing there, for hours, together. Most recently for the iPhone 5s, my gang of friends were sandwiched between some Italian guys looking to buy as many iPhone 5s units they could before returning to Italy next week, and a mom, who didn’t known anything about the iPhone other than the fact that her daughter wanted the gold one.

My most miserable line experience would have to be waiting in line to preorder the Nintendo Wii. It was a legendary line, in the middle of winter, and also marks the coldest I think I’ve ever been in my entire life. Essentially, I’ve waited in line for everything from game consoles to phones, and I always manage to have at least a decent time doing it. There’s something about the excitement that builds when you’re actively in a group of people waiting for something you really want.

As I get older, and the thought of staying up all night invokes more of an “ugh” and less of a “hell yeah,” I tend to prefer ordering online whenever I can- Especially if release day delivery is a thing. But, when you’ve just got to have something, well, that’s what energy drinks and camp chairs are for.

ifixit_telstra_iphone_5_lineifixit_telstra_iphone_5_lineWe were discussing this in the TouchArcade command center recently, and I’m really curious how our readers generally feel about camping out to buy new gizmos. What have you camped for? Was it worth it? And, if you’ve never waited in an overnight line for a gadget, what would it take to get you to do it? Or, maybe you won’t wait for an iPhone, but you’ll stand in line all day for a crack at buying concert tickets before they sell out, or something similar?

Share with us in the comments, and hey, while you’re at it, if you’ve got any crazy “The Things I’ve Seen…” stories from grizzled line waiting veterans, let’s hear ‘em too.

[Images via Fortune, iFixit]

Publicado por: TouchArcade - Continue lendo: http://toucharcade.com/feed/

Tags: