Receba atualizações no seu Facebook. Basta curtir a nossa página abaixo:

 

[Resenha] O Jogo da Imitação é uma boa biografia de Alan Turing, mas foi feito para ser isca de Oscar

Alan Turing foi um cientista, matemático, lógico, criptógrafo, filósofo, biólogo matemático, corredor de maratona e um dos pais da computação. Sua biografia, chamada de Alan Turing: O Enigma, foi publicada em 1983, reeditada algumas vezes e finalmente, em 2014, adaptada para o cinema.

Biografias costumam ser livros fáceis de adaptar para o cinema: a ação é cronológica, o arco de transformação do protagonista é claro e bem definido e, normalmente, um personagem que teve sua história escrita é naturalmente um indivíduo interessante. O problema é que figuras como Turing são seres multifacetados, homens cuja existência se espalha para mais âmbitos do que um filme consegue captar. Um livro pode dar conta dos diversos lados de uma figura, mas um filme de duas horas dificilmente tem a mesma capacidade.

Veja o trailer do filme sobre a vida de Alan Turing

O Jogo da Imitação sofre desse mal: não consegue se decidir se quer apresentar o Alan Turing gênio, o Alan Turing problemático ou o Alan Turing homossexual. A única coisa que o filme definitivamente sabe é que quer te fazer chorar.

O longa começa de forma excelente, com uma sequência de planos-detalhe acompanhada de uma trilha sonora um pouco óbvia, mas eficiente, e estabelece a tensão que deve ser o fio condutor da história.

Turing é arrogante e quase incapaz de conviver socialmente. Contudo, graças a bons diálogos e a uma atuação extraordinária de Benedict Cumberbatch, ele ganha o público nos primeiros dez minutos de filme. Isso é importante: O Jogo da Imitação só funciona se você realmente torcer pelo personagem principal.

O maior tema do filme não é realmente a vida de Alan Turing, mas o lugar do gênio, a possibilidade de que um ser humano seja extraordinário. A ideia romântica do gênio permeia toda a narrativa: Turing sofre de TOCs, é anárquico, antissocial, arrogante, quase insuportável. Mas acima de tudo isso, ele é capaz de mudar o mundo apenas com sua inteligência. O Jogo da Imitação começa como um thriller, um filme sobre uma equipe de especialistas tentando decifrar o enigma mais difícil do mundo, mas muda de foco e torna-se uma história sobre um ser humano extraordinário esmagado pela mediocridade do mundo.

Depois de 61 anos, Alan Turing finalmente recebe o perdão real

Manuscrito de Alan Turing, pai da computação, vai a leilão

Pela primeira vez, um computador conseguiu passar no teste de Turing

O problema é que o diretor, Morten Tyldum (de Headhunter, excelente filme de ação escandinavo), é um cineasta de gênero, alguém que domina a ação e certos desenvolvimentos de narrativa que requerem um personagem sem tanta vida interior. Na tentativa de compor um panorama complexo da personalidade do protagonista o filme desliza por dois motivos: os momentos emocionais são forçados e vazios e a estrutura do filme é confusa.

O longa se passa em três momentos diferentes: o trabalho de Alan Turing durante a guerra, entre 1939 e 1945, seus tempos de escola em 1929 e sua acusação e sentença pelo que na época era considerado crime de sodomia em 1951. É preciso estar muito atento, e conhecer de antemão o destino trágico do personagem, para acompanhar de forma precisa todos os saltos e entender exatamente o que está acontecendo.

Além disso, as cenas em 1929 são dispensáveis: a homossexualidade do personagem poderia simplesmente ser dada como um fato, sem a necessidade de uma reconstrução histórica e uma explicação pseudo-psicológica para isso. A perseguição policial é interessante e poderia ser muito bem utilizada, se as passagens de tempo fossem mais bem marcadas.

No final, Tyldum tenta estabelecer Turing como um personagem trágico: amaldiçoado por sua inteligência, que o afasta das pessoas comuns, ele está fadado a grandes feitos dentro de uma existência terrivelmente solitária. A dicotomia é interessante e acrescenta numa nova camada de significados ao título: o jogo da imitação é também a existência diária de Turing, imitando angustiadamente os seres humanos “normais”. O problema é que o filme teria um efeito mais satisfatório se não tratasse a questão – que já é ruim o suficiente, com tintas tão dramáticas.

O Jogo da Imitação parece cumprir a cota anual de filmes britânicos no Oscar: morno, mas bem feito, com uma história forte que acaba se diluindo em sua necessidade de adequar-se ao que se espera desse tipo de filme. Dramas sentimentais ganham muito mais Oscars do que thrillers sobre os princípios da inteligência artificial. Entretanto, apesar de seus problemas, o filme nunca chega a ser ruim: é falho, mas interessante, talvez porque seu protagonista seja uma figura forte demais, atraente demais, para que sua história perca totalmente o interesse.


Isadora Sinay estudou cinema e fez mestrado na filosofia sobre Bergman. Escreve sobre artes, literatura, cinema, viagens e a própria vida em lugares variados da internet.

 

  • RELACIONADOS
  • DESTAQUES
  • POPULARES


oculus vr

Filmes e documentários em realidade virtual são as apostas da Oculus para 2015


cu8wsyeb0gqp87bgr8dc

O Hobbit como ele deveria ser: um único filme de três horas


pirataria

95% dos filmes indicados ao Oscar vazaram online e estão disponíveis para download


Amazon no cinema

A Amazon quer produzir filmes e lançá-los por streaming logo depois de exibi-los no cinema


É possível recarregar o cérebro humano?

É possível estimular o cérebro humano para melhorá-lo?


viajante futuro

Um breve histórico dos cientistas que tentaram caçar viajantes do tempo


programador

Conselhos de um velho programador antissocial e ranzinza


The Fermi Paradox (1)

O Paradoxo de Fermi: onde é que estão as outras Terras?


Pirâmide detonada

A pirâmide mais antiga do Egito está sendo destruída pela empresa contratada para restaurá-la


buraco

Dois novos buracos gigantes são encontrados na Sibéria, e cientistas ainda estão perplexos


tr50tlimvxaydsgqktcq

Rio na China amanhece vermelho misteriosamente


eyjowuaqlmxkow4xokxf

O campo magnético da Terra mantém este globo de mesa que representa Júpiter girando eternamente

Publicado por: Gizmodo - Continue lendo: izmoizmododohttp://feeds.feedburner.com/gizmodobr

Tags: , ,

Por que podemos morrer de sede

O Governo do Estado de São Paulo, que negou durante meses o racionamento de água, finalmente admitiu: não vai ter água para todo mundo o tempo inteiro na cidade. Tudo o que a população se acostumou a fazer está com os dias contados.

Não vai dar mais para lavar a louça como se a torneira fosse uma miniatura das cataratas do Iguaçu. A mangueira não pode mais ser vassoura – mesmo que seja só para dar um banho de leve no chão de ardósia. O banho é só para tirar o suor e não para resolver uma série de questões de você com você mesmo. Chegou inclusive a hora da agricultura e da indústria, setores que mais consomem água, trabalharem contra o desperdício.

O despreparo do governo é uma bela oportunidade para uma profunda mudança de hábito. A combinação de água potável com preço baixo não tem futuro. A economia tem de ser para valer. Senão, todos morrerão de sede – ou mudarão de cidade.

Continue lendo aqui: http://tab.uol.com.br/agua/

  • RELACIONADOS
  • POPULARES


É possível recarregar o cérebro humano?

É possível estimular o cérebro humano para melhorá-lo?


viajante futuro

Um breve histórico dos cientistas que tentaram caçar viajantes do tempo


programador

Conselhos de um velho programador antissocial e ranzinza


The Fermi Paradox (1)

O Paradoxo de Fermi: onde é que estão as outras Terras?


Pirâmide detonada

A pirâmide mais antiga do Egito está sendo destruída pela empresa contratada para restaurá-la


buraco

Dois novos buracos gigantes são encontrados na Sibéria, e cientistas ainda estão perplexos


tr50tlimvxaydsgqktcq

Rio na China amanhece vermelho misteriosamente


eyjowuaqlmxkow4xokxf

O campo magnético da Terra mantém este globo de mesa que representa Júpiter girando eternamente


Os comentários estão desativados.

Publicado por: Gizmodo - Continue lendo: izmoizmododohttp://feeds.feedburner.com/gizmodobr

Tags: , ,

The Long-Awaited ‘Midnight Star’ Releases Worldwide on February 5th

Been waiting for Midnight Star, the upcoming first-person shooter from Industrial Toys, founded by Bungie co-founder Alex Seropian? Well, good news: it releases worldwide next Thursday, February 5th. The game has been kicking around in soft launch since last summer back in the World Cup times, remember when we all cared about soccer for a few weeks? Well, the game has gotten its testing in, and now it’s ready for the world to see the latest attempt at making a high-profile touch-friendly FPS.

The game boasts an impressive creative pedigree, not just from former Halo creators. Sci-fi author John Scalzi worked on the game’s story. Serj Tankian, known as the lead singer of System of a Down, does the music for the game. If you can’t wait for the worldwide launch version and want to dive into the game’s universe right now, the Midnight Rises [Free] interactive graphic novel taking place in the Midnight Star universe is available now. Will this game take off, or will it fail like the last much-hyped attempt at making a touch-friendly FPS, The Drowning [Free]?

Publicado por: TouchArcade - Continue lendo: http://toucharcade.com/feed/

Tags:

O primeiro vídeo feito com a nova e excelente câmera lenta da GoPro

A câmera de ação mais legal do mundo está prestes a ficar ainda melhor. Acabamos de testar com exclusividade a primeira GoPro com capacidade de capturar imagens em alta definição a 240 quadros por segundo. Nós temos o primeiro vídeo usando uma Hero4 com uma nova atualização de firmware que vai trazer isso e muito mais. Essa filmagem foi feita no X Games de Inverno, neste final de semana, enquanto eu dava uma voltinha de snowboard.

Basicamente, se você tem uma dessas câmeras, você vai pirar quando olhar as imagens.

gif gopro

Camera lenta a 240fps e 720p

Tudo parece melhor em câmera lenta. Mas, até agora, a Hero4 Black não poderia fazer imagens super suaves em slow motion e alta definição ao mesmo tempo. Quando ela foi lançada, as opções eram limitadas a 1080p a 120fps, 720p a 120fps (como foi com a Hero3) ou 480p em 240fps. Esta atualização de firmware conserta isso. O vídeo acima foi todo filmado em 240 quadros por segundo, e depois reduzido para 24fps para criar a sensação cinematográfica que eu adoro. Sim, você pode desacelerar as coisas para além da reprodução a 30fps. Neste caso, o vídeo está sendo reproduzido em um décimo da sua velocidade original.

Em geral, a filmagem fica extremamente suave. Mesmo com a minha mão trêmula e falta de prática, eu fico muito bem em câmera lenta! O único problema é que, ao gravar nessa velocidade, você fica limitado a um estreito campo de visão de cerca de 65 graus. Isso é bom quando você está filmando outra pessoa, mas se você está tentando apontar a câmera para si mesmo, você não vai conseguir pegar muita coisa — é perto demais, mesmo usando um bastão para selfies (eu estava usando bastão 3-Way da GoPro, que dá cerca de 56 centímetros de alcance). Eu acho que há alguma perda de detalhe também, mas é um recurso incrível. No entanto, ele é somente para a Hero4 Black.

Modo time lapse

A GoPro tem uma função time lapse em suas câmeras desde sempre, mas o problema é que a compilação de centenas de fotos em um vídeo exigia um computador e os macetes básicos de edição de vídeo. Mas você não vai mais precisar disso. O Modo de Time Lapse tira as fotos e faz o corte e a edição automaticamente, direto dentro da câmera, sem precisar de pós-produção. Isto significa que você pode filmar um time lapse enquanto está por aí, transferi-lo para o seu telefone e fazer o upload imediatamente.

Na câmera, você só precisa selecionar o intervalo em que deseja que as fotos sejam tiradas (de uma a cada meio segundo a uma a cada 30 segundos), escolher se deseja o vídeo resultante em 2,7K (numa proporção de 4: 3) ou 4K sem perdas e apertar o botão de gravar. Só isso. É muito mais conveniente. A única coisa que você perde é que ela não salva as fotos como arquivos individuais; é apenas um único vídeo. Na verdade, eu acho que isso é uma bênção, porque mantém os meus cartões SD muito mais vazios, e, claro, você sempre pode disparar o modo time lapse tradicional, se quiser. Essa função estará disponível nas versões Black e Silver da Hero4.

Observação: O YouTube atualmente não suporta vídeo 2,7K quando reproduzido em 60fps; por isso, reduzi a velocidade em 40% para obter uma ótima imagem 2,7K a 24fps. É uma pena não poder mostrar a versão na velocidade real. Mesmo assim, clique na engrenagem e assista em 1440p!]

Vídeo 2,7K a 60fps

Para quem não sabe, o vídeo 2,7K é o filho do meio, entre o Full HD de 1080p e e o UHD de 4K. Muitos cinegrafistas gostam dele porque dá alguma margem de manobra para cortar e/ou usar algum software de estabilização na pós-produção (que geralmente corta as bordas). No lançamento da Hero4 Black, ela só podia filmar em 2,7K a 48 fps, o que definitivamente não é ruim — mas 60fps é muito, muito melhor.

Devido às limitações do YouTube (e do Vimeo), não poderemos mostrar a versão na velocidade total do vídeo acima (eles não reproduzem 2,7K a 60fps), mas quando eu vi no meu laptop, a ação era muito detalhada e realmente suave. É uma qualidade de imagem matadora. O que você vê no vídeo acima é a gravação desacelerada para 40% da sua velocidade original, para transformar em 24 quadros por segundo. Não é o super-slow-motion que você tem no modo 720p, mas é o suficiente para ter um efeito muito bom, e isso sem precisar usar efeitos posteriores como o Twixtor (eu nem ligo para isso, aliás). Este recurso também é somente para a Hero4 Black.

Outros extras

Rotação automática. Você sabia que sa GoPro Hero4 Black e Silver têm um acelerômetro dentro? Agora você pode usá-los. Com a nova atualização, mesmo se você virar a câmera de cabeça para baixo (que às vezes é a maneira mais conveniente para montá-la!), ela vai girar automaticamente o vídeo de cabeça para baixo, para você não ter que virar manualmente depois. Já dava para alterar manualmente a orientação, mas isso estava enterrado no fundo as configurações e era terrível de usar.

A rotação automática trava durante a gravação para que não virar acidentalmente no meio de seu vídeo, mas entre fotos, basta girar que o acelerômetro faz a sua parte. Você pode ver que eu filmo em ambos os sentidos no vídeo acima. Bastou um segundo para parar a gravação, ligar a auto-rotação, e começar a capturar as imagens novamente.

Tanto a Black quanto a Silver também estão recebendo um modo burst 30/6. Ele captura uma sequência de 30 fotos em seis segundos. Esta não é uma função que eu me encontrei necessitando desesperadamente, mas hey, se chegar um dia em que você precise disso, já está lá.

Por último, a Hero4 Silver (e a Black, se você tiver o LCD touch BacPac) ganhou uma função que permite adicionar tags de destaque durante a reprodução . Assim, você pode facilmente marcar trechos do seu material que você gostaria de revisitar. Anteriormente, só era possível adicioná-los durante a gravação, o que significa que você tinha que estar constantemente apertando o botão lateral da câmera enquanto tentava filmar. Agora você pode se concentrar no que você está fazendo e deixar para colocar as tags mais tarde, como você se estivesse folheando os destaques do dia.

Então, sim, esta é uma atualização de firmware bastante considerável, e ela chegou na hora certa. A Sony está prestes a lançar a sua Action Camera X100V, uma câmera que filma em 4K e custa US$500 pensa para concorrer diretamente com a Hero4 Black (e ela também filma em 720p a 240fps). Vamos testá-la em breve, mas por enquanto, esta atualização dá ao rei da colina mais algumas jóias para a sua coroa. A atualização chega em fevereiro. Fique atento.

  • RELACIONADOS
  • DESTAQUES
  • POPULARES


Nova FLIR ONE

A câmera térmica da FLIR encolheu e agora funciona com Android


GoPro Hero3+ Black (1)

GoPro vai fabricar câmeras no Brasil e promete preços competitivos


melhores apps ios 8

Os melhores apps da semana para iPad e iPhone


matrix bullet time

As 10 melhores cenas em câmera lenta de todos os tempos


É possível recarregar o cérebro humano?

É possível estimular o cérebro humano para melhorá-lo?


viajante futuro

Um breve histórico dos cientistas que tentaram caçar viajantes do tempo


programador

Conselhos de um velho programador antissocial e ranzinza


The Fermi Paradox (1)

O Paradoxo de Fermi: onde é que estão as outras Terras?


Pirâmide detonada

A pirâmide mais antiga do Egito está sendo destruída pela empresa contratada para restaurá-la


buraco

Dois novos buracos gigantes são encontrados na Sibéria, e cientistas ainda estão perplexos


tr50tlimvxaydsgqktcq

Rio na China amanhece vermelho misteriosamente


eyjowuaqlmxkow4xokxf

O campo magnético da Terra mantém este globo de mesa que representa Júpiter girando eternamente

Publicado por: Gizmodo - Continue lendo: izmoizmododohttp://feeds.feedburner.com/gizmodobr

Tags: , ,

Google Now fica mais inteligente trazendo informações de apps de terceiros

O Google Now ganhou alguns truques bem bacanas nos últimos tempos. Ele lembra você de onde seu carro está estacionado. Ele acorda você quando chegar na sua parada de ônibus ou metrô. Agora, ele vai ficar ainda mais inteligente com a ajuda de apps de terceiros.

 5 dicas para começar a usar o Google Now

O app do Google no Android vai reunir dados de 40 apps, para você receber notícias, alertas de trânsito, informações sobre suas atividades físicas, entre outros. É assim que o Google imagina que você usará os novos cards:

De manhã, acompanhe as notícias do dia com cards do The Guardian. Em seu trajeto, o Pandora pode lhe dar recomendações de música que você deveria tocar, com base no que você gosta, ou você pode ser lembrado de completar sua lição diária de francês no Duolingo. Quando você tiver um tempo livre, pode cuidar dos mantimentos com um card do Instacart lembrando você de fazer compras.

Se você está planejando uma viagem e pesquisou lugares onde se hospedar no app do Airbnb, mas não se decidiu, você verá um card do Airbnb no Google Now com o local e as datas que você pesquisou. E quando você pousar no aeroporto, você verá um card para pedir um táxi através do Lyft.

A lista completa dos apps compatíveis está no fim do post. Muitos deles não funcionam no Brasil porque são voltados para outros países, como EUA e Índia. Mas alguns são bem conhecidos e devem funcionar, como o Waze, Hootsuite e Shazam. Você só verá os cards se o app estiver instalado no seu smartphone ou tablet.

Se o recurso ainda não estiver disponível para você, visite este link para conferir alguns exemplos de cards vindos de outros apps. Reunimos abaixo alguns deles:

Google Now - novos cards

Como nota o Wall Street Journal, você precisa ir até as configurações do Google Now para autorizar esses apps de terceiros a oferecerem cards.

E claro, o Now ainda conta com os truques inteligentes de sempre: exibir previsão do tempo, informações sobre o seu próximo voo, eventos baseados no seu Gmail, entre outros. Ele também permite escolher até cinco idiomas para fazer pesquisas de voz, detectando automaticamente se você está falando inglês ou português. [Inside Search via Wall Street Journal]

Waze

Hootsuite

Shazam

TripAdvisor

Kayak (voos e hotéis)

Airbnb (quartos e apartamentos para você se hospedar)

eBay

The Economist

The Guardian

The Economic Times (jornal indiano de economia)

SmartNews (reúne principais notícias da web)

Duolingo

Busuu (app para aprender idiomas)

Runtastic

Runtastic Me

Strava (monitora suas corridas e pedaladas)

Cookpad (livro de receitas colaborativo)

Wattpad (oferece livros e textos gratuitos)

Life360 (mostra a localização de seus familiares que usam o app)

ESPNcricinfo (informações sobre críquete)

Coinbase (carteira Bitcoin)

Mint.com (acompanha suas finanças pessoais)

Pandora (rádio online não disponível no Brasil)

Lyft (app de táxi não disponível no Brasil)

Hailo (app de táxi não disponível no Brasil)

Mytaxi (app de táxi não disponível no Brasil)

MyFord (app para carros elétricos da Ford)

MyLincoln (recursos para carros da Lincoln Motor Company)

Walgreens (farmácia nos EUA)

Instacart (entrega de compras nos EUA)

Belly (reúne programas de fidelidade nos EUA)

Redfin (classificados de imóveis nos EUA)

Zillow (classificados de imóveis nos EUA)

Housing.com (classificados de imóveis na Índia)

ICICI (banco indiano)

Meru Cabs (serviço de táxi na Índia)

Shaadi.com (app de namoro para indianos)

BookMyShow (compra de ingressos na Índia)

SUUMO (classificados de imóveis no Japão)

Lieferheld (delivery de comida na Alemanha)

  • RELACIONADOS
  • DESTAQUES
  • POPULARES


Google Earth Pro

Google Earth Pro está disponível de graça; veja o que você pode fazer com ele


nexus 9 oficial

Os melhores apps da semana para Android


Braco humano falso do Google X

Vídeo: o laboratório do Google X que quer combater o câncer através da tecnologia


Galaxy A3 branco

Por até R$ 2.099, Samsung lança smartphones Galaxy A3, A5 e A7 com corpo metálico no Brasil


É possível recarregar o cérebro humano?

É possível estimular o cérebro humano para melhorá-lo?


viajante futuro

Um breve histórico dos cientistas que tentaram caçar viajantes do tempo


programador

Conselhos de um velho programador antissocial e ranzinza


The Fermi Paradox (1)

O Paradoxo de Fermi: onde é que estão as outras Terras?


Pirâmide detonada

A pirâmide mais antiga do Egito está sendo destruída pela empresa contratada para restaurá-la


buraco

Dois novos buracos gigantes são encontrados na Sibéria, e cientistas ainda estão perplexos


tr50tlimvxaydsgqktcq

Rio na China amanhece vermelho misteriosamente


eyjowuaqlmxkow4xokxf

O campo magnético da Terra mantém este globo de mesa que representa Júpiter girando eternamente

Publicado por: Gizmodo - Continue lendo: izmoizmododohttp://feeds.feedburner.com/gizmodobr

Tags: , ,