Receba atualizações no seu Facebook. Basta curtir a nossa página abaixo:

 

‘Monster Adventures’ Review



With the likes of Block Fortress [Free / $1.99] and Heroes Castles [Free / $2.99], the bros at Foursaken Media really have a penchant for creating great games across substantially different premises. This trend continues with Monster Adventures [$1.99], a dungeon crawler with loads of character customization and a touch of rogue-like randomization. It succeeds wonderfully too, making it yet another title from Foursaken worth playing.

The story in Monster Adventures starts out relatively simple, focusing on your role as a novice trainer representing your town in a monster tournament. In order to train for the tournament, you’ll have to take your monster into the wild to defeat wildlings, which earn gold, experience and abilities. Earning all three improves your monster, which allows you to go further into the wild and lets you earn even more of the above, and so on. Meanwhile, you can enter your monster into the tournament, advancing up the ranks until you win the whole thing. It’s a straightforward mission, but it gets the job done for keeping you engaged.

Also pretty straightforward is Monster Adventure’s action-RPG gameplay. The wilds are divided into levels which are further separated into randomized stages which remind me of the original Legend of Zelda (minus the randomness). Guide your monster to a new stage, take out the wildlings, earn rewards and repeat. In addition to simply taking out baddies, you can also capture them for AP, which is used to learn new abilities.

33

Each level always has a screen that will have a town teleporter, as well as a screen that’ll let you go deeper into the wilds (which open up harder enemies and greater rewards). There’s a constant tension between exploring further and returning home to cash out your rewards (dying in the wilds substantially reduces the gold and experience earned), which I loved as a risk/reward mechanic.

While similar games offer the allure of customization via allowing players to capture a wide variety of monsters that have different stats and abilities, Monster Adventures instead accomplishes this with a full-on emphasis on individual monster advancement. Players can customize their monsters in three separate ways. Essences can be equipped in a similar fashion to weapons/armor which increase your monster’s attributes in a variety of different ways. Abilities are earned by capturing wildlings in the field and are separated into active abilities (of which only four can be equipped) and passive abilities, which are always active.

Finally, players can also change the elemental attunement of their monsters which both grants additional stats and also makes them strong/weak against other elementals. Elementals are probably the most significant customization, as it creates a rock/paper/scissors-esque relationship with enemies that can either help you take on tough foes or make it far more difficult. It’s important to note that Monster Adventures starts off a bit slow, but as you delve deeper into the tournament and wilds, you unlock a lot more options.

I’m a huge fan of the sheer amount of customizability in Monster Adventures. Essences do more than offer immediate attribute increases and appearance changes — they also impact stat increases for level-ups, allowing some pretty deep long-term customization. Combine this with the large selection of possible abilities along with the elemental attuenment, and Monster Adventures does a great job allowing players to truly create monsters that appeal to their play style. Eventually, you unlock additional monsters, allowing you to maintain multiple characters with different attributes/abilities.

Monster Adventures does contain some IAP, and while it is relatively tame, one area that I’m a bit iffy on deals with the elemental currency. Elemental Orbs are used to change elemental attunement. Considering the fact that your Monster’s elemental alignment affects a great deal of things, including capturing monsters, I found myself wanting to change it often. Unfortunately, orbs are a bit rare at the onset, although I started earning more once you unlocked a few passive abilities to raise the earn rate. In addition, cheaper items that temporarily change your monster’s elemental also alleviate the Orb shortage.

Make no mistake, Monster Adventures banks a lot on its customization system to succeed. Thankfully, the impressive amount of options combined with decent controls and robust multiplayer options (including co-op!) means it succeeds easily. Monster Adventures is a great action-RPG that you simply need to check out.

Publicado por: TouchArcade - Continue lendo: http://toucharcade.com/feed/

Tags:

Nokia lança Lumia 1020 por R$ 2.399 no Brasil, junto ao Lumia 925

Hoje a Nokia anunciou o lançamento de dois Windows Phones no Brasil: o Lumia 1020, com sua câmera de 41 megapixels, estreia custando R$ 2.399 em versão de 32 GB. O Lumia 925, por sua vez, custa R$ 1799. Ambos são compatíveis com o 4G brasileiro.

Primeiro, comecemos com o Lumia 1020, que já está à venda. Sim, ele está caro, mas ele custa muito em outros lugares do mundo também – a Nokia está aproveitando o fato de que nenhum outro celular tem uma câmera tão potente. No entanto, os preços podem baixar em breve: a Nokia não demorou em reduzir o preço dos Lumias com WP 7.5, e nem da linha 920/820/620 – isso deve se repetir.

A Vivo terá exclusividade na venda do modelo de 64 GB, ainda sem preço definido.  A operadora tem parceria com a Microsoft para apoiar as vendas do Windows Phone e combater o “duopólio do Android e iOS”. O 1020 não será fabricado no Brasil.

lumia 1020 review (2)

Nós já fizemos hands-on no aparelho: ele é surpreendentemente mais leve do que parece, com 158g; a protuberância na parte de trás não é ruim, servindo para apoiar os dedos se você tem mãos grandes; e o Windows Phone roda liso, como é de se esperar.

O destaque aqui fica para a câmera, é claro – ela foi muito bem-recebida em reviews. São 41 megapixels, mas ela não tira fotos nessa resolução. Como o sensor é redondo, mas as fotos são retangulares, você terá imagens de até 34 megapixels (em proporção 16:9) ou 38 megapixels (em 4:3).

Mas para que um sensor tão poderoso assim? Ele tem diversas vantagens. Primeiro, ele permite tirar fotos extremamente nítidas graças ao oversampling, que condensa a imagem em 5 MP, combinando sete pixels em um “super pixel”. Segundo, como o sensor é maior, ele captura mais luz, ou seja: fotos em locais pouco iluminados ficam mais nítidas. Além disso, é possível fazer zoom digital de até 3x sem perder detalhes ao ampliar a imagem.

lumia 1020 review (3)

Também há um app diferente para a câmera, o Nokia Pro Camera. Ele dá acesso a configurações manuais de exposição, ISO, velocidade do obturador e mais. Dá até para configurar foco manual, ou definir exposição longa e fazer pinturas de luz com o celular.

O sensor também possui estabilização óptica de imagem (OIS); a lente Carl Zeiss tem abertura f/2.2 e é formada por seis elementos; e o flash é Xenon. Saiba mais sobre a câmera aqui. Também há um acessório para a câmera, chamado Nokia Camera Grip, com botão físico para tirar foto e base para tripé; ele até serve como bateria externa. O Nokia Camera Grip custa R$199 e já está disponível para venda.

O Lumia 1020 tem processador dual-core de 1,5 GHz, tela de 4,5 polegadas com resolução 1280×768 (332 ppi) e 2GB de RAM, além de suporte ao 4G nacional. Ele estará disponível nas cores amarelo, preto e branco.

Nokia-Lumia-925-1

O Lumia 925, por sua vez, chega a um preço mais razoável de R$ 1799. Basicamente, trata-se de um aparelho para corrigir as falhas do Lumia 920: peso e espessura. Com sua lateral de alumínio, ele consegue ser 25% mais leve (139g) e 20% mais fino (8,5mm). Em nosso hands-on, notamos que essa diferença melhorou muito o aparelho. (A traseira, no entanto, ainda mantém o policarbonato usado nos outros Lumias.)

As especificações são basicamente as mesmas. As poucas diferenças estão na tela (AMOLED, em vez de LCD IPS) e no armazenamento (só 16 GB, sem suporte a microSD). Também não há carregamento sem fio integrado: é preciso adquirir uma capinha separada que faz isso. De resto, encontramos aqui o processador Snapdragon S4 dual-core de 1,5GHz, além de 1GB de RAM.

A câmera ainda é a PureView de 8,7 megapixels, com estabilização óptica de imagem e flash LED duplo; no entanto, a lente ganhou um elemento de vidro, para complementar os outros cinco elementos de plástico.

Nokia-Lumia-925-Smart-Cam2

Há aqui o app Smart Cam, que tira dez fotos de 5MP na sequência, e permite combiná-las ou escolher a melhor. São cinco opções, incluindo selecionar a melhor foto automaticamente; criar blur no fundo e deixar o objeto em foco mais nítido; e retirar objetos ou pessoas da foto. Este app já está disponível para outros Lumias com Windows Phone 8 (920, 820, 720, 620, 520) que receberam a atualização Amber. O Lumia 1020 também roda o app.

Fabricado em Manaus, o Lumia 925 vem nas cores cinza e preto. Ele é compatível com as frequências 4G usadas no Brasil e estará disponível na semana que vem. A Nokia também venderá capinhas para os dois aparelhos por aqui. As do Lumia 1020 serão nas cores preto e amarelo, enquanto no Lumia 925 as opções são amarelo e vermelho – elas custam R$ 89.

Por enquanto, a Nokia não comenta sobre o Lumia 1520, com tela Full-HD de 6 polegadas e processador quad-core, que deve ser anunciado na semana que vem – em um evento que o Gizmodo Brasil estará presente para trazer todas as informações do aparelho.


  • DESTAQUES
  • RELACIONADOS
  • POPULARES


9722333407_2dee1f192a_h

Do outro lado do rio: o que está sendo feito hoje para recuperar o Rio Tietê


tietedestaque

Do outro lado do rio: retificações, canalizações e projetos abandonados dos rios de São Paulo


5266090241_8d9cee550d_o

Do outro lado do rio: as ideias do passado para recuperar o rio Tietê, em São Paulo


ku-bigpic (1)

Como Jeff Bezos fez a Amazon se tornar o tudo de todos o tempo inteiro


samsung-galaxy-nexus-story-top

O Guia Gizmodo de não-compras de smartphone


Made in Brazil Nokia N900 aparece no Brasil, tira toda a atenção do N97


virus-mich

Este vírus não precisa de internet para se replicar


microsoft-store

Windows Phone e a polêmica da campanha de marketing


Veja esta jovem com poderes telecinéticos assustar pessoas ao redor


Facebook pode ser bloqueado no Brasil por causa de briga envolvendo cão (atualizado)


A caça às bruxas irresponsável pode tirar o Facebook do ar no Brasil (atualizado)


Prévia da Black Friday dá errado no Brasil e Procon-SP notifica lojas


Publicado por: Gizmodo - Continue lendo: izmoizmododohttp://feeds.feedburner.com/gizmodobr

Tags: , ,

[Rumor] Google não quer mais chamar sua plataforma de smart TVs de Google TV

A tentativa do Google de criar uma plataforma para TVs – Google TV – nunca deu muito certo, e pelo jeito ela se prepara para ser encerrada. Ou ao menos mudar de nome: o Google estaria falando com seus parceiros para chamar a plataforma de Android TV, segundo o GigaOM.

O Google ainda não oficializou a mudança da marca, mas alguns dispositivos anunciados recentemente esconderam o fato de usarem o Google TV. Mês massado, a Sony apresentou o Bravia TV stick, um adaptador que transforma qualquer aparelho em smart TV. Ele roda o Google TV, mas isso não foi mencionado pela japonesa, que disse apenas que o dispositivo “leva todo o poder dos serviços Google para a sua TV.”

A história do Google TV é um pouco conturbada. A plataforma foi lançada há três anos com uma versão adaptada do Android 3.2 Honeycomb. Mas o fato é que ela nunca decolou – foram lançados diversos aparelhos rodando a plataforma, mas ela não caiu no gosto do público como o Google planejava. Aos poucos, o Google TV foi sendo deixado de lado. Atualização para a versão 4.2 do Android foi anunciada, mas até agora não foi entregue.

O Chromecast, lançado em julho, parecia ter selado o fim do Google TV: em vez de um sistema confuso com um controle com mais de 200 botões, um simples stick ligado à entrada HDMI transforma a sua TV em uma central multimídia conectada à internet. O controle remoto é o seu smartphone, tablet, ou até mesmo PC. Sem dúvidas uma solução muito mais simples do que a plataforma nada prática.

Mas o Google TV não vai ser encerrado. Será drasticamente modificado, mas continuará existindo. As futuras TVs com Android seriam mais modificadas por fabricantes (que escolheriam apps e serviços pré-instalados). Alguns dos aparelhos poderiam abandonar a possibilidade de transmitir TV ao vivo e servir apenas para streaming de conteúdo – tornando-se efetivamente uma set-top box. O controle não precisaria mais de um teclado QWERTY, e a versão do Android já seria a 4.4 Kit Kat.

O anúncio dessas mudanças pode ser feito a qualquer momento – quem sabe junto com a apresentação do Android 4.4. Mas o que parece certo é que não ouviremos mais falar em Google TV. A plataforma existirá, mas não mais com esse nome. [GigaOM]


  • DESTAQUES
  • RELACIONADOS
  • POPULARES


9722333407_2dee1f192a_h

Do outro lado do rio: o que está sendo feito hoje para recuperar o Rio Tietê


tietedestaque

Do outro lado do rio: retificações, canalizações e projetos abandonados dos rios de São Paulo


5266090241_8d9cee550d_o

Do outro lado do rio: as ideias do passado para recuperar o rio Tietê, em São Paulo


ku-bigpic (1)

Como Jeff Bezos fez a Amazon se tornar o tudo de todos o tempo inteiro


idc-2015-b

Bola de cristal: qual será a maior plataforma de smartphones em 2015?


Busca Google

Estas buscas estranhas com números fazem o Google recomendar pornografia


SAM_1197

Onde a Samsung quer chegar com o Galaxy Note?


google-glass-concept

Uma visão de como será o futuro do Google Glass


Qualquer animal que toca este lago mortífero se transforma em pedra


Veja esta jovem com poderes telecinéticos assustar pessoas ao redor


Facebook pode ser bloqueado no Brasil por causa de briga envolvendo cão (atualizado)


A caça às bruxas irresponsável pode tirar o Facebook do ar no Brasil (atualizado)


Publicado por: Gizmodo - Continue lendo: izmoizmododohttp://feeds.feedburner.com/gizmodobr

Tags: , ,

‘Soul Grinder’ Review



Upon first playing Soul Grinder [$0.99] and, understandably, being used to the plethora of casual endless runners and the like that populate the App Store, I did find it a bit hard. This game ain’t no walk in the park, though with something that all too many iOS gamers seem to not want to indulge in these days–persistence–Soul Grinder becomes an immensely enjoyable blaster.

In Soul Grinder, relative touch controls shift our protagonist up and down and the bullets fly automatically. Touch the right hand side of the screen and our main man boosts forwards.

It’s this boost mechanic that takes Soul grinder from being a relatively challenging shmup to a hard as nails blast-fest that requires not only a knack for putting bullets in the right place, but the ability to learn from your mistakes. In the earlier levels, you need simply move up and down and place projectiles between yourself and the various enemy robot scum.

soulgrindersoulgrinder

Keep playing, however and the boost button becomes absolutely vital. Enemies and hazards arrive in waves that demand precision judgement. For example, large crates move up and down… leave it too long to move, you get squished; move too early, you could end up swallowing a mouthful of plasma or being zapped by one of those pesky intermittent laser beams.

It’s this old-school approach that made the game such a joy to play. Instead of just blasting your way through the various levels you need to think on your feet, and should you get it painfully wrong, you’re going to need to kick those memory banks into gear for another attempt. In Soul Grinder’s later levels it becomes absolutely tantamount to survival to remember where each an every obstacle is placed and where each and every enemy is spawned.

Of course, there are upgrades available via the game’s store that make the quest somewhat easier. Available for limited use are a dual shotgun, shield and the obligatory coin magnet. On top of the power-ups, there are a bunch of “masks” to purchase, with which you can customize your character.

There are two types of in-game currency, coins and souls. The coins are scattered sporadically about the levels and the souls are collected from the slain enemies. Fear not, though – these coins and souls are plentiful and not related to IAP. In fact, run out of either and you need to get back to gaming, as there is no option to purchase more with “real” money. To be honest, the system does feel like it was designed with IAP in mind and I’m not quite sure why it isn’t there, but hey, I’m not complaining. Also notably absent is Game Center, though that’s hardly a deal breaker.

At the end of the gaming day, Soul Grinder is a challenging, well-designed shooter full of eye candy and not full of unwanted IAP. Its 24 levels may not be the longest experience out there, but the challenge more than makes up for what it lacks in length. And to be honest, the stages are the perfect size considering how many obstacles you need to commit to memory.

If you’re more the casual gamer and not trained for this retro style of twitch gameplay, you may want to look elsewhere, but for the hardcore shooter fan with masochistic tendencies, you need look no further than Soul Grinder.

Publicado por: TouchArcade - Continue lendo: http://toucharcade.com/feed/

Tags:

Nexus 5: o guia completo dos rumores (atualizado)

O Nexus 5 deve ser revelado oficialmente ainda este mês. Mas por que esperar? Ele já vazou tantas vezes – até foi encontrado em um bar! – que muito provavelmente sabemos como ele será. Eis os principais rumores sobre o próximo smartphone do Google:

Design

Se os rumores forem verdadeiros, este smartphone – assim como outros Androids – está maior. De acordo com um arquivo de log vazado obtido pelo MyCE, o Nexus 5 ostentará uma tela de 5 polegadas, e um display Full-HD com 441 ppi. Compare isto às 4,7 polegadas do Nexus 4, com densidade de 320 ppi.

Nós vimos o que deve ser o Nexus 5 nas mãos de alguns funcionários do Google quando o Android 4.4 Kit Kat foi anunciado. Cada vazamento posterior se alinhou com aquele visual: fino, tela maior, logotipo Nexus na horizontal, e um módulo de câmera mais proeminente.

Nós vimos o Nexus 5 mais de perto na foto acima, publicada por um usuário dos fóruns do MacRumors.

ATUALIZAÇÃO: este vídeo, provavelmente vazado pelo site Club SFR Smartphones, mostra o aparelho em detalhe, além dos novos detalhes visuais do Android 4.4 KitKat.

Especificações

nexus51

Entre os documentos da FCC publicados no mês passado, alguns logs vazados, e o que parece ser o manual do Nexus 5, já sabemos bastante sobre as especificações dele.

Aparentemente, ele terá um processador Snapdragon 800 quad-core de 2.3GHz e 2 GB de RAM. É o mesmo que se encontra no LG G2, e basicamente o processador mais rápido que existe atualmente para smartphones. O Snapdragon 800 também possui um núcleo extra de baixa potência, que realiza tarefas enquanto o aparelho está em standby.

No ano passado, notamos que o Nexus 4 era basicamente o Optimus G com software melhorado (o Android padrão é sensacional). Parece que, este ano, a história deve se repetir, já que não ficamos muito impressionado com a skin da LG no G2 – e este aparelho deve ser a base para o Nexus 5.

Nexus 5 achado no bar

Curiosamente, os rumores sugerem que o novo Nexus não terá uma câmera muito melhor: segundo o manual vazado, ela terá um sensor de 8 MP, mesma resolução do Nexus 4. Mas o sensor pode ser diferente, já que temos algo novo aqui: estabilização óptica de imagem. Isso significa que a câmera responde ao tremor das suas mãos para evitar fotos borradas.

Vic Gundotra, vice-presidente do Google, disse no Google+ que a empresa está “comprometida a criar celulares Nexus que são ótimas câmeras”. Assim esperamos: em testes, a câmera do Nexus 4 era terrível mesmo sob ótimas condições. Bem, o aparelho é feito para ser barato – é preciso cortar custos em algum lugar.

Além disso, o novo Nexus aparentemente virá com maiores opções de armazenamento: 16GB, 32GB e 64GB. No entanto, ele continua sem suporte a cartão microSD.

nexus 5 homologado (1)

O Nexus 5 já foi homologado pela Anatel, e os documentos mencionam o 4G – ele deve ser compatível com a rede brasileira. A FCC (espécie de Anatel americana) também revela que ele terá Wi-Fi dual-band, Bluetooth 4.0, NFC, e carregamento sem fio Qi.

A bateria, por sua vez, será ligeiramente maior: 2300 mAh (em vez de 2100 mAh no modelo anterior). Esse pequeno aumento é um pouco preocupante, dado que o Nexus 5 possui resolução maior na tela, suporte a 4G LTE e um processador mais rápido – tudo isso consome bastante energia. No entanto, o PhoneArena alega que o modelo de 32GB virá com bateria maior de 3.000 mAh.

Por fim: lembra quando a LG disse que não faria o Nexus 5? Parece que eles cometeram uma inverdade…

Disponibilidade

nexus5

A maioria dos rumores apontam para um anúncio oficial no fim de outubro. Isso é basicamente um ano depois que o Nexus 4 foi revelado. Faz sentido! O Google ainda não confirma a data, mas dado que o Nexus 5 vazou copiosamente, não deve demorar tanto até que ele seja lançado nos EUA.

No Brasil, ele já foi homologado pela Anatel, mas não quer dizer que ele chegará tão cedo. O Nexus 4, por exemplo, levou quatro meses entre homologação e lançamento por aqui.

Preço

Provavelmente o preço estará em linha com o modelo antigo, ou seja: ele será barato… nos EUA. No ano passado, o Google não colocou 4G no Nexus 4 para manter o preço baixo. Embora o Nexus 5 provavelmente tenha 4G, ele deve receber ajustes em outras áreas para deixá-lo mais barato.

Nós acreditamos que ele terá um preço semelhante ao Nexus 4. Isso significa US$ 300 pelo modelo básico (16 GB), e US$ 350 pelo modelo melhor (32GB). O PhoneArena, no entanto, diz que a versão de 32GB com bateria de 3000 mAh custará US$ 400.

Android 4.4 Kit Kat

Android 4.4 Fotos Vazadas

O Android 4.4 ganhou oficialmente a marca Kit Kat. O Google não revelou detalhes sobre ele, mas o Nexus 5 quase certamente virá com esta próxima versão do Android. Também vimos rumores de uma interface levemente redesenhada, um pouco mais flat, e outros pequenos ajustes para melhorar o desempenho.

ATUALIZAÇÃO: O site italiano TuttoAndroid supostamente pôs as mãos em um Nexus 5, e experimentou o Android 4.4. Alguns ícones estão um pouco diferentes, como o do discador. A tela inicial agora tem ícones maiores, assim como a gaveta de apps. Ao abri-la, você nota que não há mais aquele fundo escuro – agora ela é transparente – e não há a divisão apps/widgets na parte superior. O Hangouts enfim possui a função de receber SMS (parece que o app Mensagens foi removido). E o site diz que você pode acessar o Google Now dizendo “OK Google” direto na tela inicial – assim como no Moto X.

E quanto às funções do Moto X, como as Active Notifications, que ligam a tela do celular para exibir notificações? Nós queremos muito que isto vire um recurso padrão do Android, mas não há rumores sugerindo isso. Vale lembrar que ele funciona melhor em telas AMOLED, por ativar apenas os pixels da notificação – isso consome menos energia. O Nexus 5 deve ter tela LCD.

nexus 5 tuttoandroid

Mais rumores provavelmente surgirão à medida que o lançamento do Nexus 5 se aproxima. Continuaremos a atualizar este post com mais informações. Mas, com o que temos, parece que este será mais um bom avanço para o projeto Nexus: preço baixo sem comprometer (tanto) o smartphone.

Atualizado em 13/10


  • DESTAQUES
  • RELACIONADOS
  • POPULARES


9722333407_2dee1f192a_h

Do outro lado do rio: o que está sendo feito hoje para recuperar o Rio Tietê


tietedestaque

Do outro lado do rio: retificações, canalizações e projetos abandonados dos rios de São Paulo


5266090241_8d9cee550d_o

Do outro lado do rio: as ideias do passado para recuperar o rio Tietê, em São Paulo


ku-bigpic (1)

Como Jeff Bezos fez a Amazon se tornar o tudo de todos o tempo inteiro


Review do Huawei Honor.

Huawei vai fabricar smartphones no Brasil a partir do mês que vem


HTC promete resolver enorme falha de segurança em seus aparelhos com Android


k-bigpic

Como cuidar bem da bateria do seu smartphone


Screen Shot 2013-03-22 at 4.23.28 PM

Primeiras impressões: Lumia 620, o Nokia com Windows Phone que vem para brigar com os Androids intermediários


Qualquer animal que toca este lago mortífero se transforma em pedra


Veja esta jovem com poderes telecinéticos assustar pessoas ao redor


Facebook pode ser bloqueado no Brasil por causa de briga envolvendo cão (atualizado)


A caça às bruxas irresponsável pode tirar o Facebook do ar no Brasil (atualizado)


Publicado por: Gizmodo - Continue lendo: izmoizmododohttp://feeds.feedburner.com/gizmodobr

Tags: , ,